Radio Verdes Campos! É do seu jeito! - A melhor radio de Gramado, canela e Regiao

Vigilância Ambiental em Saúde de Canela mantém esforços diários no combate à dengue

Município segue sem casos confirmados

93
Os esforços para combater a dengue continuam, a Vigilância Ambiental em Saúde de Canela, ligada à Secretaria Municipal da Saúde (SMS) está realizando diariamente saídas em campo para prevenir a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença. Além disso, são realizados monitoramentos periódicos em pontos estratégicos.
Canela também possui laboratório para realizar a análise das amostras encontradas nas ações, com isso os resultados que levariam até 10 dias chegam em 1 dia, dessa forma a propagação pode ser controlada mais facilmente. De igual modo atende a cidade de Gramado.
A população pode ajudar nessa causa através de algumas ações:
1. Manter bem tampados caixas, tonéis e barris de água.
2. Acondicionar o lixo em sacos plásticos e manter a lixeira sempre bem fechada.
3. Abster-se de descartar lixo em terrenos baldios.
4. Armazenar garrafas de vidro ou plástico com a boca para baixo.
5. Evitar o acúmulo de água da chuva sobre a laje.
6. Retirar os pratinhos dos vasos de planta
7. Caso guarde pneus velhos, retire toda a água e mantenha-os em locais cobertos e protegidos da chuva.
8. Realizar a limpeza das calhas com frequência, evitando obstruções.
9. Lavar com água e sabão, pelo menos uma vez por semana, os recipientes usados para armazenar água.
10. Lavar com água e sabão, semanalmente, os vasos de plantas aquáticas e trocar a água desses vasos com frequência.

Além disso, pode realizar denúncias de pontos que podem ter proliferação de mosquitos através do número (54) 3282 5172.

O Departamento de Epidemiologia da Secretaria de Saúde de Canela informa que há registro de dois casos confirmados de dengue na cidade, porém está em investigação a fonte da contaminação.
Quanto aos sintomas, destaca-se que a dengue é transmitida pela picada da fêmea infectada do Aedes aegypti, com manifestações que podem surgir até 15 dias após o contato. Febre alta, dores no corpo, na cabeça e nas articulações, além de outros sintomas, caracterizam essa enfermidade. Caso apresente algum sintoma a população deve procurar atendimento médico para a devida avaliação e acompanhamento.

Comentários