Radio Verdes Campos! É do seu jeito! - A melhor radio de Gramado, canela e Regiao

Como ficaria a composição da Câmara com a possível cassação do vereador Volnei da Saúde

83

O processo que pede a cassação do mandato do vereador Volnei da Saúde, do Progressistas, segue o Regimento Interno da Câmara de Vereadores e não deverá impactar na composição do Legislativo. Isso porque, se confirmada a cassação, o vereador Neri da Farmácia, também do Progressistas, permanecerá ocupando uma das nove cadeiras do Legislativo. 

Neri que é atual suplente do vereador Rafael Ronsoni, licenciado para ocupar os cargos de secretário de Obras e Serviços Urbanos e de Agricultura, e o quinto vereador mais votado do Progressistas com 737 votos. O parlamentar obrigatoriamente teria que deixar a Câmara de Vereadores em março com o retorno de Ronsoni. Caso Volnei seja cassado, Neri poderá ser candidato novamente sem necessariamente deixar a Câmara.

A Câmara seguiria com a seguinte formação, Rafael Ronsoni (1.347 votos), Professor Daniel (1.298 votos), Ike Koetz (1.009 votos), Rosi Ecker Schmitt (930 votos), Neri da Farmácia (737 votos), Cícero Altreiter (711 votos), Renan Sartori (676 votos), Rodrigo Paim (642 votos) e Celso Fioreze (602 votos). Apenas Joel Reis terá que deixar o Legislativo com o retorno do vereador Ike Koetz. 

Relembre o caso:

No dia 15 de janeiro, foi protocolado na Câmara de Vereadores o pedido de cassação de Volnei da Saúde por decoro parlamentar. Na denúncia, o vereador é acusado de abuso de vulnerável. O caso teria ocorrido em 2019. Já no dia 18, a Câmara convocou uma sessão extraordinária para abertura de processo de cassação. O pedido foi aprovado por unanimidade, inclusive o próprio vereador votou favorável a abertura de investigação.

 

Comentários